quinta-feira, 9 de abril de 2015

A Queda de Anteu e a Força de Júlio César

“Quanto Mais eu caio ao chão mais forte eu fico.”

Aqui em Araruama tem um rapaz chamado Júlio César, ele é um rapaz muito legal, vende doces deliciosos e algumas empadinhas igualmente saborosas...
biblioteca-araruama-600x374
O Banco Onde Tudo Aconteceu

Eu estava sentado em um banco da Praça João Hélio no escuro esperando começar uma reunião na Biblioteca e lá veio o Júlio César com suas caixas de doces coloridos...

Ele sempre aperta minha mão e de uns tempos para cá ele me faz perguntas diversas, ele é um leitor ávido por respostas, lê coisas super complicadas e enquanto me oferece doces irresistíveis daqueles que dá vontade de comprar só pela beleza me faz perguntas igualmente cabeludas e de irresistível resposta...

Ele me perguntou se a frase "quanto mais eu caio mais me fortaleço" tem alguma coisa a ver com Mitologia Grega.

E eu disse que sim, que era a história mítica de Anteu filho de Gaia deusa regente da terra (no sentido de solo, chão) e Poseidon o deus regente do mar.
poseidon
Poseidon Pai de Anteu

Anteu era muito forte e bom de luta, ele chamava ou provocava todos os passantes para brigar com ele e sempre vencia e com os ossos dos derrotados queria construir um templo para seu pai Poseidon.

De certa forma olhando por uma ótica mais moderna Anteu era um valentão.

Vez por outra ele encontrava um adversário mais forte que ele e melhor de luta e mesmo assim ele invariavelmente vencia.
Anteu e Hércules
Anteu Vencido por Hércules

O que acontecia era o seguinte: ele extraia a sua força da terra que era regida por sua mãe, então cada vez que algum adversário o jogava ao chão ele ficava mais forte, e este era o truque de Anteu, quanto mais ele caía mais forte ficava.

Bom, um dia ele lutou contra o herói Hércules que sabendo de seu ponto fraco que ao mesmo tempo era seu ponto forte, ergueu Anteu ao ar e o asfixiou sem deixar que ele encostasse no chão.

Anteu morreu, mas deixou um legado às avessas muito interessante que chegou ao conhecimento do nosso doce vendedor de doces Júlio César, que andando pelo chão de Araruama cada vez fica mais forte e me encanta com sua doçura, seus doces, suas empadas e sua vontade de saber cada vez mais sobre o ser humano e sua alma.

Um comentário:

Escreva seu comentário no espaço abaixo.
Obrigado.